MISSÃO

 

               Acolher crianças e adolescentes de 0 a 18 anos de idade – cujo ingresso seja até os 12 anos -, vítimas de violência e/ou abandono que são afastadas do seu meio familiar e comunitário como medida de proteção especial.

          

VISÃO

 

          Ser referência no acolhimento institucional de crianças e adolescentes, mantendo e melhorando a qualidade do serviço social prestado e alcançando, até o ano de 2020, aautossustentabilidade.

  

 

VALORES

 

            A SOS – Casas de Acolhida está alicerçada, primordialmente, em sete valores:

 

Respeito;

Amor;

Fé;

Dignidade;

Ética;

Esperança;

Responsabilidade.

 

CRENÇAS

 

            O bem maior da organização são as crianças e adolescentes – prósperos seres humanos que necessitam da atenção e do cuidado de um adulto protetor e responsável para o seu desenvolvimento biopsicossocial. O colaborador ou educador, dessa forma, é o agente incumbido de construir um bom relacionamento entre o adulto e a criança, baseando-se na proteção, no afeto e atenção, para que então possa amenizar o trauma do jovem e, não somente, projetar um futuro a ele mais digno e feliz.

            A família é o verdadeiro e apropriado espaço para o bom desenvolvimento de uma criança. Portanto, o resgate às famílias das crianças acolhidas pela organização e o aligeiramento dos processos judiciais (em casos de adoção), são algumas das ações primordiais da SOS – Casas de Acolhida.

            Além disso, cremos que nossos Parceiros do Bem, associados colaboradores e voluntários são a prova da articulação entre o Estado e a sociedade para combater a violência doméstica contra a criança e o adolescente, como uma verdadeira, altruísta e engajada rede de relacionamento social.